Gráfico – Fases da Grande Tribulação

Esses eventos apocalípticos já
haviam sido mostrados ao
profeta Daniel e também foram
mencionados por Jesus Cristo
em seu ministério terreno

    O que vai acontecer depois do arrebatamento com aqueles que não subirem? Essa é uma pergunta que incomoda e preocupa algumas pessoas; mas a Bíblia tem a resposta: os capítulos 6 ao 15 do livro do Apocalipse tratam especificamente desse assunto. Logo no início dessa terrível fase para a raça humana se manifestará o AntiCristo, o qual dominará por toda a terra e, durante três anos e meio, enganará a muitos, mas, depois desse tempo, revelará suas verdadeiras intenções e implantará o seu governo de destruição e perseguição aos cristãos que aqui estiverem; porém, no final desses sete anos, esse homem, junto com o Falso Profeta e o próprio Satanás será lançado no inferno. A tabela abaixo expõe de forma resumida a sequência dos fatos que ocorrerão durante os sete anos denominados de “A Grande Tribulação“, os quais Jesus Cristo, através das visões que deu a João na ilha de Patmos, ilustra usando como símbolos “os sete selos“, “as sete trombetas” e as “sete taças“.


GRÁFICO – AS FASES DA GRANDE TRIBULAÇÃO
    Após o arrebatamento da Igreja e antes do julgamento da Besta e do Falso Profeta haverá um período de sete anos dividido em dois períodos de três anos e meio cada um: Tribulação e Grande Tribulação; e esse período de castigo e provação àqueles que desobedeceram a Deus será marcado por uma série de acontecimentos durante um determinado tempo. Esses fatos serão simbolicamente representados pela abertura dos sete selos, do toque das sete trombetas e do derramamento das sete taças, os quais representam diferentes fases sequenciais da justiça divina sobre a terra.
Os sete selos – Os sete selos fazem parte de um único livro, que é um rolo de pergaminho que relata a justiça de Deus sobre esse mundo dividida em sete etapas.
Selo
Referência
Acontecimentos
1º – O cavalo branco
Ap 6:2
Seu cavaleiro tinha um arco, recebeu uma coroa e saiu vitorioso. Isso representa a vitória de Jesus Cristo sobre o mal; esse é o período em que a Palavra de Deus será lançada a todo o mundo.
2º – O cavalo vermelho
Ap 6:3,4
Seu cavaleiro recebeu uma espada poder para tirar a paz da terra fazendo com que se matassem uns aos outros. A cor vermelha significa sangue; essa será uma época de muita violência.
3º – O cavalo preto
Ap 6:5,6
Seu cavaleiro tinha uma balança na mão e recebia ordem para controlar o alimento distribuído pela terra, o qual era vendido por um alto preço. A cor preta aqui simboliza a grande fome que virá sobre a humanidade, a comida será racionada e haverá queda do valor monetário, ou seja: grande crise financeira.
4º – O cavalo amarelo
Ap 6:7,8
Seu cavaleiro tinha o nome de Morte e era seguido pelo inferno; ele havia recebido poder para matar 25% da população da terra com fome, peste e animais selvagens. Será um período de grande destruição de plantações, descontrole total dos sistemas de saúde sobre os vírus e várias doenças contagiosas e os animais do campo certamente atacarão as pessoas nas cidades em busca de comida.
5º – As almas dos mártires
Ap 6:9-11
Elas clamavam ao Senhor para que fizesse justiça sobre a sua morte, e receberam compridas vestes brancas e ordem para esperar que outros mártires que ainda estavam na terra fossem também mortos. Nesse tempo, apesar de todas as tragédias já ocorridas, o plano divino de salvação ainda não estará concluído; isso significa que mais pessoas ainda haviam de se converter e provar seu amor a Cristo morrendo sob o regime de governo da Besta.
6º – Um grande tremor de terra
Ap 6:12-17; 7:1-17
A partir desse tremor, uma série de catástrofes cai sobre a terra: o escurecimento do sol, a lua se tornando vermelha, que de estrelas (meteoros ou algo assim) e vários fenômenos no céu. Nesse período, os habitantes do planeta terão que se esconder em cavernas e montanhas, pois não haverá lugar seguro nas cidades. Nesse espaço de tempo, Deus dará ordem aos anjos para que parem a destruição e que aquele que recebeu poder para danificar, nada faça até que se completem os  144 mil assinalados.
7º – Depois do silêncio, os sete anjos receberam as trombetas
Ap 8:1-5
Enquanto eram entregues as trombetas para dar sequência à justiça divina, veio um anjo que recebeu muito incenso para colocar sobre o altar com as orações dos santos; a fumaça subiu levando-as até Deus, então o anjo encheu o incensário com fogo do altar, lançando-o sobre a terra ocasionando trovões, relâmpagos e terremotos. Isso mostra que mesmo em meio ao grande sofrimento que ainda tende a piorar, o Senhor ouvirá as orações de seus servos.
As sete trombetas – As sete trombetas representam a continuação em mais uma fase da ira de Deus contra os que seguirem o AntiCristo, atingindo a terra agora de uma forma ainda mais assoladora.
Trombeta
Referência
Acontecimentos
1ª – Saraiva e fogo misturada com sangue
Ap 8:7
A terça parte da terra e de sua vegetação foram queimadas. Isso causará um grande prejuízo à natureza com a destruição de muitas florestas e áreas verdes, causando um terrível desequilíbrio ambiental.
2ª – Algo como um monte ardendo em fogo é lançado no mar
Ap 8:8,9
A terça parte da água do mar se tornará em sangue. Provavelmente um grande cometa ou qualquer outro astro cairá do espaço atingindo as águas dos oceanos, contaminando-as. Um terço dos peixes e dos animais marinhos serão mortos e também um terço dos navios e de outras embarcações serão perdidas em decorrência desse acontecimento.
3ª – Cai do céu uma estrela ardendo como uma tocha
Ap 8:10,11
Essa estrela caiu sobre a terça parte dos rios e das fontes de águas; o nome dessa estrela era absinto e as águas sobre as quais ela caiu tornaram-se amargas. Das águas atingidas, o que sobrar passará a ter um sabor amargo causado por alguma substância tóxica que levará à morte muitos dos que delas beberem.
4ª – Ferida a terça parte do sol, da lua e das estrelas
Ap 8:12,13
Esses astros se escureceram parcialmente e a terça parte do dia não mais brilhava, ficando escura como a noite; e um anjo sobrevoava pelo meio do céu, alertando que ainda faltavam três trombetas. Algo afetará as fontes de luz natural que clareiam a terra fazendo com que das doze horas do dia, quatro permaneçam escuras como a noite. Muitos até poderão achar que isso é o fim, mas um anjo de Deus os avisará que ainda faltam três trombetas a serem tocadas.
5ª – Cai na terra uma estrela do céu
Ap 9:1-12
Essa estrela – provavelmente um anjo – recebeu a chave do poço do abismo. Desse poço saía fumaça como numa fornalha, e dessa fumaça que escureceu o céu saíram gafanhotos com poder como de escorpião, que receberam ordem para não atacar a natureza e sim aos homens que não tinham a marca de Deus, mas não poderiam matá-los, e atormentá-los por cinco meses. Esse é o momento em que a morte será tirada por 150 dias para atormentar aqueles que recusaram a Deus e receberam a marca da Besta.
6ª – Uma voz vem das quatro pontas do altar de ouro
Ap 9:13-21; 10:1-11; 11:1-14
Essa voz dava ordem para soltar os anjos presos junto ao rio Eufrates para matar a terça parte dos homens. Em seguida, foi dado o livrinho para que João comesse, o qual era doce em sua boca, mas amargo em seu ventre. Nesse período também foi exercido o ministério das duas testemunhas. Essa será uma fase terrível: mais de 30% do que sobrou da população vai ser morta.
7ª – Grandes vozes no céu
Ap 11:15-19
Essas vozes diziam que os reinos do mundo passaram a ser do Senhor e de Cristo e que Ele reinará para sempre; nesse momento, os vinte e quatro anciãos adoraram a Deus. Nesse momento, no céu, o nome do Senhor será louvado. É possível que na terra, os fiéis que resistem servindo a Deus mantenham-se adorando-o mesmo diante das ameaças da Besta.
As sete taças – As sete taças serão derramadas como sangue sobre aqueles que se fizeram inimigos de Deus.
Taça
Referência
Acontecimentos
1ª – Derramada na terra
Ap 16:2
Os que tinham o sinal da Besta e que adoravam a sua imagem contraíram uma chaga maligna. Deus continuará apertando e punindo aqueles que optarem por seguir o representante de Satanás e o seu profeta.
2ª – Derramada no mar
Ap 16:3
O mar se tornou em sangue e todos os seres vivos que nele haviam restado morreram. Todos viventes marinhos que escaparem da fúria da segunda trombeta serão destruídos nesse momento.
3ª – Derramada nos rios
Ap 16:4-7
Novamente, os rios e as fontes de águas foram atingidas, mas dessa vez tornaram-se em sangue em vingança ao sangue dos santos e dos profetas. Ao toque da terceira trombeta as águas ficarão amargas, mas dessa vez se tornarão em sangue; essa será a justiça de Deus contra aqueles que matarão seus servos.
4ª – Derramada no sol
Ap 16:8
Aqueceu o sol de uma forma que ele abrasou os homens com fogo. Se na quarta trombeta o sol vai brilhar por menos tempo durante o dia, já na quarta taça ele ganhará um poder tão imenso que muitas pessoas morrerão queimadas devido ao seu fortíssimo calor. Os ímpios estarão com o coração tão duro que não se arrependerão e nem reconhecerão a glória de Deus, continuando assim adorando a Besta mesmo diante da morte.
5ª – Derramada no trono da besta
Ap 16:10,11
Houve grande escuridão sobre o reino do AntiCristo; muitas dores atingiram a população; isso fez com que os ímpios blasfemassem mais ainda. É bem provável que haja um determinado período de escuridão total sobre a terra; de alguma forma, isso causará sérios problemas às pessoas a ponte de elas chegarem a sentir dores insuportáveis; ainda assim continuarão blasfemando em vez de se converterem.
6ª – Derramada no rio Eufrates
Ap 16:12-16
A água do rio se secou, formando um grande caminho sob o qual passaram os que iriam se juntar para a batalha do Armagedom; da boca do Dragão, da Besta e do Falso Profeta saíram três espíritos imundos semelhantes a rãs. Nesse momento, o AntiCristo, furioso com tantas catástrofes e prejuízos, juntará seus aliados para destruir de vez os cristãos que estiverem sobre a terra.
7ª – Derramada no ar
Ap 16:17-21
Aconteceu o maior terremoto de todos os tempos e saraivadas de grandes e pesadas pedras de um talento (aproximadamente 40 quilos); e os pecadores continuaram blasfemando. A grande Babilônia, que será símbolo do poder da Besta, será destruída; aqueles que estão entregues ao pecado blasfemarão cada vez mais.
    O AntiCristo, seus aliados e tudo o que representava o seu poder serão destruídos (Ap 17:1-18), os que sobreviverem lamentarão quando verem que a Besta não era o verdadeiro Deus (Ap 18:1-24); haverá grande regozijo no céu (Ap 19:1-10) e, enquanto a Besta e o Falso profeta forem lançados no lago de fogo (Ap 19:20), todos que a seguirem serão mortos pela espada que sai da boca do que está assentado sobre o cavalo branco (Ap 19:21), e satanás será amarrado por mil anos, depois solto por um breve período e vencido para sempre (Ap 20:1-10).
Elaborado por: Jonas M. Olímpio

Jonas M. Olímpio

2 thoughts on “Gráfico – Fases da Grande Tribulação

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s