Ninguém pode se esconder de Deus

    (Jonas 1:3,4) “E Jonas se levantou para fugir de diante de face do Senhor para Társis. E, descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, de diante da face do Senhor. 4Mas o Senhor mandou ao mar um grande vento, e fez-se no mar uma grande tempestade, e o navio estava para quebrar-se.”

Todas as vezes que você
tentar fugir de suas
responsabilidades, apenas
duas coisas poderão
acontecer: o Senhor irá
te cobrar até que você as
cumpra, ou Ele te fará
sofrer as consequências
de sua desobediência

História

    Jope. Entre 785 e 760ac. Era uma época de grandes conflitos naquela região; e um dos maiores inimigos de Israel, era o povo assírio: pois eles eram guerreiros cruéis que aonde chegavam, roubavam, destruíam, aprisionavam e matavam; e, devido a isso, eles eram temidos e odiados por todos os povos, inclusive pelos israelitas que muito sofriam nas mãos deles. E, derrepente, Deus, que até então apenas havia se manifestado ao povo de Israel, ordenou a Jonas, um de seus profetas, que fosse a Nínive, capital da Assíria, pregar àquele terrível e repugnante povo. Mas o teimoso profeta, movido por seus superficiais sentimentos humanos: uma mistura de medo e raiva, mediante a estreita situação em que se viu colocado por Jeová, tomou a mais ingênua decisão que poderia ter tomado: tentou fugir de Deus. Pegou um navio que ia para Társis, só que durante a viagem, o onisciente, onipresente e onipotente Rei que domina sobre todo o universo, o Senhor deu um jeitinho de fazê-lo voltar: mandou uma grande tempestade que poderia afundar o navio, causando uma grande tragédia que destruiria a vida de muitos inocentes. E para que isso não acontecesse, seria necessário que o rebelde fujão fosse jogado ao mar. Então ele foi engolido por um grande peixe, se arrependeu e foi cumprir sua missão. E mesmo depois de tudo isso, ele ainda não tinha aprendido a lição e precisou levar um belo “puxãozinho de orelha” pra entender que Deus é justo e quer que também sejam salvos aqueles que vivem na ignorância.

Que rumo você tem tomado em
sua vida espiritual? Saiba que o
valor que você tem, também
depende do valor que você dá à
Obra de Deus!


Mensagem

    Tudo o que acontece em nossa vida, tudo o que fazemos e pensamos é visto por Deus. Ninguém pode se esconder dEle.
    “… Jonas se levantou para fugir de diante de face do Senhor para Társis.” O que nos leva, muitas vezes, a querer fugir de nossas responsabilidades (Jo 6:66)? O medo (Mt 25:24,25), o descaso (Mt 22:2,3), o preconceito (Lc 15:1,2), a vergonha (Jr 6:10,15), a contenda (Am 3:3), o pecado (Hb 3:17-19) e vários outros obstáculos podem nos levar a querer fugir (Mt 26:56).
    “… e, descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis;”  Quando o homem quer fazer o que é errado, facilmente encontra ajuda pra isso (Lc 11:24-26); é fácil errar (Rm 7:19,20).
    ”… pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, de diante da face do Senhor.” Quando o homem cai na cilada de Satanás, geralmente, ainda paga para pecar (Lc 15:11-14); aquele que foge da presença de Deus, desperdiça seus bens com coisas vãs (Is 55:2).
    “Mas o Senhor mandou ao mar um grande vento, e fez-se no mar uma grande tempestade,” Em vários momentos questionamos porque passamos por grandes dificuldades em nossa vida (Jó 3:11). Quando questionamos é porque não entendemos a forma de Deus trabalhar (Hb 12:6). Não devemos questionar, e sim procurar a origem dos problemas para resolvê-los (Jn 1:12,15; Pr 28:13).
    “… e o navio estava para quebrar-se.” O teu navio está para se quebrar (Sl 22;1,2)? Calma! Ele ainda não afundou (2ª Co 4:8,9)!

Quando os problemas te afrontarem,
não fuja deles; confronte-os, e eles
fugirão de você!

Conclusão

    A caminhada é difícil (Mt 7:13,14), mas não podemos olhar para trás (Lc 9:62). Pois Deus não se agrada dos medrosos (Jz 7:3); dos negligentes (Jr 48:10); dos preconceituosos (Jó 13:10); dos tímidos (Mc 8:38); dos contendeiros (Mt 18:7); dos falsos crentes (Tt 1:15,16); enfim, de todos os que não o servem verdadeiramente (Hb 10:38). Deus procura os que realmente querem servi-lo (Sl 15:1,2; Sl 101:6; 1ª Co 15:58; Ap 2:10). Não adianta fugir (Sl 139:7)! É melhor obedecer (Tg 4:7)!
    
Jonas M. Olímpio

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s