Tiatira, a Igreja Tolerante

Estudo Bíblico Baseado na Escola Bíblica Dominical da CPAD | 2º Trimestre de 2012 – Lição 6 | AD Belém – Setor 20 (Arujá/SP) – Congr. Pq. Rodrigo Barreto I | Jonas M. Olímpio

    Clique aqui e faça o download dos slides dessa lição

Sendo uma cidade de grande 
importância histórica, Tiatira é 
hoje um grande memorial cheio 
de ruínas de edifícios destruídos

Texto Áureo

    Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? 15E que concórdia há entre Cristo e Belial[1]? Ou que parte tem o fiel com o infiel (2ª Co 6:14,15)?
Verdade Prática
    O verdadeiro amor tudo suporta, mas não pode tolerar o pecado, porque o amoroso Deus exige santidade e justiça de seus filhos.
Leitura Bíblica em Classe
    Apocalipse 2:18-25 – E ao anjo da igreja de Tiatira[2] escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente[3]:  19Eu conheço as tuas obras, e o teu amor, e o teu serviço, e a tua fé, e
a tua paciência, e que as tuas últimas obras são mais do que as primeiras. 20Mas tenho contra ti que toleras Jezabel[4], mulher que se diz profetisa[5], ensinar e enganar os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria. 21E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua prostituição; e não se arrependeu. 22Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras. 23E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. 24Mas eu vos digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei. 25Mas o que tendes, retende-o até que eu venha.  
As grandes construções de 
antigos templos hoje são 
apenas lembranças de um 
distante passado e fonte de 
renda para a indústria do 
turismo

Introdução

  •          A situação de Tiatira era contrastante em relação a Éfeso: enquanto Éfeso foi repreendida por perder o amor, mas elogiada por não tolerar os maus, Tiatira foi elogiada por ter amor, mas repreendida por tolerar o mal.
  •          Apesar de existir amor na igreja de Tiatira, a sua tolerância ao pecado a fazia imperfeita diante de Deus; isso prova que amar não é tudo, é necessário andar retamente.
  •          O problema daquela igreja estava em sua indulgência com uma tal profetisa que, assim como Jezabel – a esposa de Acabe[6] -, induzia seus membros ao adultério e à idolatria.
  •          Esse mesmo espírito maligno continua atormentando no meio da Igreja atual; nem tudo o que aparenta estar cheio de poder espiritual é realmente espiritual.
  •          O pastor de Tiatira não se preocupou como deveria com o que acontecia na igreja; a função de um líder é cuidar para que pessoas sem compromisso com a verdade não venham a introduzir, no meio do povo de Deus, doutrinas contrárias àquelas que a Bíblia ensina [2ª Co 11:3,4 – Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo. 4Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis.].
Tiatira, que atualmente tem o nome 
de Akhisar, é hoje uma grande 
cidade, com uma população de
aproximadamente 160 mil pessoas 
que professam predominantemente 
a crença muçulmana, que é 
religião mais popular da Turquia

I – A igreja em Tiatira

1. A cidade de Tiatira
  •          Tiatira significa “Sacrifício de Trabalho”. Ela é situada a 59 quilômetros a sudeste de Pérgamo, na estrada entre Pérgamo e Sardes, no vale do rio Lico.
  •          Essa não era uma das cidades mais importantes da região, mas se favoreceu bastante com o progresso trazido pelo Império Romano.
  •          Ela se tornou muito conhecida por sua produção de tecidos como, por exemplo, o índigo[7].
  •          A cidade também tornou-se famosa por ser o local onde estavam situadas várias guildas[8] de profissionais das mais diferentes áreas.
  •          Atualmente, com o nome de Akhisar, localizada na Turquia, Tiatira expõe suas ruínas de uma antiga cidade em crescimento que perdeu seu vigor por ter dado mais valor às coisas da terra do que às coisas de Deus.
  •          O desprezo à Deus não era um problema exclusivo de Tiatira, mas acontecia – e acontece – em todos os lugares, de uma forma geral; mas uma coisa é certa: cada um sofrerá as conseqüências de seus atos [Rm 1:22-25 – Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. 23E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. 24Pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração, à imundícia, para desonrarem o seu corpo entre si; 25pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém!].
Dos templos pagãos de Tiatira, 
como os das demais cidades da 
Ásia, o que resta hoje para lembrar 
os antigos perseguidores da Igreja, 
são pedras sobre pedras; como 
cristãos, podemos entender isso como 
uma profecia simbólica do que 
acontecerá com Satanás e com 
todos os inimigos do povo de Deus

2. A igreja em Tiatira

  •          Tiatira, era a menor entre as sete cidades que receberam as cartas do Apocalipse, porém a carta que ela recebeu é a maior entre as enviadas às sete igrejas asiáticas.
  •          Analisando o texto de Atos 16:9-15, sendo essa a única referência à cidade de Tiatira fora do Apocalipse, é possível deduzir que o Evangelho tenha sido levado até o povo tiatirense por meio de Lídia[9]: uma senhora vendedora de púrpura[10] que estava em Filipos[11] quando o apóstolo Paulo passou por lá e a evangelizou; 
  •          Logo após isso, ela teria voltado para Tiatira. Mas é importante também levar em consideração que a conversão de Lídia ocorreu por volta do ano 53d.C.: quarenta e três anos antes da carta do Apocalipse ser escrita.
  •          Independentemente de sua origem, a igreja de Tiatira era como qualquer outra: tinha seus pontos positivos e negativos.
  •          Porém, como em todas as situações, os pontos negativos acabam se sobrepondo aos positivos devido ao fato de representarem perigo, colocando em risco qualquer boa obra que possa ter sido realizada.
  •          Bom exemplo é tudo diante daqueles que nos observam; pois a partir do momento em que o homem perde a moral, ele pode considerar como se não tivesse mais nada [Tt 2:7,8 – Em tudo, te dá por exemplo de boas obras; na doutrina, mostra incorrupção, gravidade, sinceridade, 8linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós.]!
As palavras dos Senhor podem até 
parecer duras, mas essa carta veio com 
objetivo de consolar e orientar sua 
Igreja para que ela não se perdesse 
sob a influência do mundanismo

II – A identificação do Remetente

1. Filho de Deus
  •          Através da carta escrita por João, o Senhor Jesus apresentou-se à congregação de Tiatira como o Filho de Deus.
  •          Apresentando-se como Filho, deixou bem claro a eles que é igual ao Pai; conforme está relatado em Apocalipse 2:18, Ele diz que é aquEle que tem os olhos como chama de fogo e os pés semelhantes ao latão reluzente.
  •          E, conforme está narrado em Apocalipse 1:13-15, foi exatamente com essas características que João o presenciou quando teve a visão do Cristo glorificado.
  •          Os filhos, mesmo com algumas diferenças físicas ou psicológicas, são a imagem e a semelhança do pai; e isso ocorre tanto por questões genéticas, quanto pelo aprendizado e a convivência; e, quando o pai o reconhece legitimamente, faz dele seu herdeiro.
  •          Temos o privilégio de conhecer a Deus por meio dEle, porque Ele nos escolheu e quis nos revelar a sua glória [Mt 11:27 – Todas as coisas me foram entregues por meu Pai; e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.].
Num lugar que, aos olhos humanos, 
não havia nenhuma esperança, o 
Salvador se manifestou 
poderosamente, mostrando que não 
estava de olhos fechados ao 
mundanismo infiltrado na 
igreja; e foi preso naquela sombria 
ilha que João recebeu essa grande 
mensagem que veio a aumentar 
suas esperanças, e também a de seus 
irmãos, de que prevaleceria a justiça 
divina

2. Onisciente

  •          Seus olhos como chama de fogo representam a sua onisciência.
  •          Tudo o que se passava naquela igreja, tanto as boas obras quanto a contaminação pelo pecado, não escapavam dos olhos do Senhor.
  •          Da mesma forma hoje, nada se esconde dos olhos de Deus; e, conforme a Igreja se santifica e busca a sua presença, Ele lhe revela o oculto e o profundo do que se passa na vida daqueles que se dizem servos, mas para nada servem além de fazer a vontade de Satanás.
  •          O que está escondido aos olhos dos homens, está patente aos olhos do Senhor; portanto, de nada adianta esconder, porque nenhum ato pecaminoso ficará em pune [Mc 4:22 – Porque nada há encoberto que não haja de ser manifesto; e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto.].
Quando nos rendemos aos pés do 
Senhor estamos deixando de 
lado a arrogância do nosso ego e 
entregando tudo o que temos nas suas 
poderosas mãos; e é a partir daí 
que a sua grandiosa justiça 
começa a operar em nossa vida

3. Supremo Juiz

  •          bronze[12] polido dos seus pés simbolizam a sua justiça.
  •          No caso de Tiatira, essa justiça consistia em julgar Jezabel e aqueles que adulteravam com ela.
  •          E esse mesmo Deus, que é o único e verdadeiro, continua a julgar aqueles que são dominados por aquele mesmo espírito de idolatria e prostituição.
  •          A justiça do nosso Salvador será implacável[13] para com aqueles que se entregarem ao pecado e não se voltarem ao arrependimento, pedindo perdão pelos seus erros [Rm 2:5-8 – Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente[14], entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus[15]6o qual recompensará cada um segundo as suas obras, 7a saber: a vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, e honra, e incorrupção; 8mas indignação e ira aos que são contenciosos e desobedientes à verdade e obedientes à iniqüidade;]?
O maior exemplo de amor de nossos 
irmãos do passado foi sua nobre atitude 
de pregar incansavelmente a Palavra, 
levando salvação e libertação às 
almas perdidas e escravizadas, sem 
se importar com as consequências que 
enfrentariam por sua “rebeldia” contra 
o sanguinário Império Romano

III – Uma igreja rica em obras

1. Amor
  •          Jesus não havia se esquecido do amor de Tiatira – pois Ele de nada se esquece -, mas suas boas obras não eram razão para encobrir seus pecados; por isso Ele não deixou de censurar aquele pastor por sua postura tolerante.
  •          Da mesma forma que desculpas não consertam o erro, amor não apaga pecados; mais do que amar e fazer boas obras, é preciso se arrepender e mudar de atitude.
  •          O amor tolerante é um amor ingênuo que destrói a si mesmo sem perceber; o verdadeiro amor, quando percebe um erro, o reprova, o corrige e, se preciso for, o castiga, porque aquele que ama verdadeiramente prefere ver a dor passageira de quem ele ama, do que vê-lo sofrer a condenação eterna.
  •          A Igreja atual está sendo taxada de preconceituosa[16] por não tolerar o pecado; o que os nossos inimigos não entendem – ou não querem entender – é que, na verdade, amamos o pecador de tal maneira que queremos vê-lo liberto.
  •          Amar de verdade é fazer a vontade de Deus, ou seja: obedecê-lo seguindo os exemplos que Ele nos deixou [1ª Jo 2:5,6 – Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. 6Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou.].
Desde a crucificação de Cristo, seus 
apóstolos tiveram o zelo de colocar em 
prática tudo o que aprenderam com 
Ele; e uma de suas principais lições era 
dedicação nos serviços relacionados 
à obra. Certamente, esses 
ensinamentos influenciaram 
grandemente os obreiros da igreja 
na cidade de Tiatira

2. Serviço

  •          As obras realizadas pelos irmãos de Tiatira eram notáveis e estavam em crescimento.
  •          Ali, certamente, eram cumpridas as ações mais básicas que se espera de uma igreja como, por exemplo, evangelizar e ajudar aos necessitados.
  •          Nesse ponto, ela seguia perfeitamente os exemplos da igreja de Jerusalém.
  •          Se analisarmos bem, veremos que toda a obra que fazemos para o Senhor a fim de adorá-lo consiste em ajudar ao próximo, seja de forma espiritual, sentimental ou material [Rm 15:7 – Portanto, recebei-vos uns aos outros, como também Cristo nos recebeu para glória de Deus.].
Assim como na igreja de Jerusalém, 
em Tiatira também devem ter ocorrido 
vários milagres; porém, os milagres 
costumam atrair um grande 
problema: os falsos milagreiros. E a 
falsa profetiza que se estabeleceu ali, 
certamente fazia mais do que 
“profetizar”, e esses tipos de sinais 
possivelmente foram o elo de 
ligação entre os crentes e os pagãos 
que a seguiram, mas sem deixar a 
idolatria
3. Fé
  •          A palavra fé aparece duzentas e trinta e quatro vezes na Bíblia: duzentos e trinta e duas no Novo Testamento e apenas duas no Antigo.
  •          A fé da congregação tiatirense era demonstrada através de suas obras.
  •          Sua fé não era baseada meramente numa crença obtida através de conhecimento, mas da prática da confiança no Senhor.
  •          Seus membros tinham experiência com Deus, ou seja: sabiam a quem estavam servindo e, por isso, trabalhavam com dedicação e sem medir esforços.
  •          Não basta acreditar, é preciso agir [Tg 2:24 – Vedes, então, que o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé.]!
4. Paciência
  •          Foram eles também elogiados pelo Senhor Jesus por sua paciência.
  • Essa paciência, com toda certeza, era perceptível entre os incrédulos da cidade e lhes servia como um bom testemunho.
  •          Mas isso também pode ter resultado em uma consequência negativa, a qual teria levado-os a serem tão pacientes a ponto de tolerarem algumas coisas que não deveriam tolerar.
  • A paciência é uma virtude tão 
    excelente que faz parte do fruto do 
    Espírito; sem ela não é possível 
    amar e nem ajudar ao próximo e,
    muito menos ainda, ensinar-lhe o 
    caminho da verdade, fazendo dele 
    um discípulo, assim como Jesus 
    nos ordenou quando partiu
  •          Paciência e compreensão não significam tolerância e passividade; devemos relevar determinadas situações dentro daquilo que for aceitável e que contribua para a edificação [Rm 15:1,2 – Mas nós que somos fortes devemos suportar as fraquezas dos fracos e não agradar a nós mesmos. 2Portanto, cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação.].
Não só espiritualmente, 
mas também materialmente, 
a Igreja compartilhava suas
bênçãos; esses atos de amor
foram essenciais para o seu
crescimento, tanto em
Jerusalém quanto na Ásia

5. Abundância em obras

  •          O Pastor de Tiatira, juntamente com seus obreiros de liderança, obviamente dava um bom exemplo não sendo negligente[17] com os trabalhos que estavam em suas mãos.
  •          Suas últimas obras eram mais abundantes do que as primeiras, isso significa que essa era uma igreja em crescimento.
  •          É inevitável que a execução de boas obras tenham atraído até ela os mais diversos tipos de pessoas, mas isso também trouxe alguns problemas, pois nem todos estavam espiritualmente no mesmo sentimento e alguns queriam implantar os seus costumes mundanos dentro da igreja.
  •          Mas, apesar dos riscos e das dificuldades, devemos procurar meios para progredir cada vez mais nas obras que fazemos [1ª Co 15:58 – Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.].
A rainha Jezabel do Antigo Testamento 
serve até aos dias de hoje como exemplo 
de idolatria e prostituição; porém os seu 
fim foi terrivelmente trágico, assim como 
é terrível o fim daqueles  que seguem o 
caminho do pecado e não se arrependem

IV – Jezabel e as profundezas de Satanás

1. A Jezabel de Tiatira
  •          A palavra Jezabel significa Montão de Lixo; porém, a tradução mais aceita por muitos estudiosos é Casta[18].
  •          Embora seja traduzida como casta, suas atitudes são dignas de uma prostituta.
  •          Como a Bíblia não diz claramente, não se sabe ao certo quem era a Jezabel de Tiatira. Muitos supõem que ela fosse apenas uma alusão doutrinária à Jezabel do Antigo testamento; uma seita[19] que tivesse tirando membros da igreja; a esposa do pastor ou de um de seus obreiros; ou, simplesmente, uma crente influente e dotada de dons que tenha conquistado as pessoas com sua “espiritualidade” e seu carisma.
  •          Muitos estudiosos afirmam que, analisando cuidadosamente os escritos originais, é possível perceber fortes indícios de que na tradução correta, o termo que se refere a ela seja o substantivo esposa; e, como a carta é dirigida diretamente ao pastor, provavelmente ela seria mesmo a mulher dele.
  •          Quanto a outra Jezabel – a mulher de Acabe -, ela era uma conhecida figura do Antigo Testamento que, para os israelitas, representava idolatria e adultério.
  •          As características dessa Jezabel coincidiam com as atitudes da profetisa de Tiatira, por isso o próprio Jesus a chamou por esse nome.
  •          Quem segue mandamentos de homens, os quais não são fundamentados pela Bíblia, não sabem, ou não se importam, com o valor que a sua alma custou para Jesus [1ª Co 7:23 – Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens.].
Alguns rituais à deuses pagãos  
exigiam até mesmo sacrifícios de 
pessoas; como seria possível Deus 
aprovar no meio de sua igreja, pessoas 
que cometem atos que Ele 
simplesmente abomina? Não há como 
tolerar a mistura do sagrado 
com o profano; quem permite isso, 
não só está apoiando o pecado, como 
também participando dele e, 
inevitavelmente, terá que arcar com as 
duras consequências se não se 
arrepender enquanto ainda há tempo

2. O ministério de Jezabel

  •          modus operandi[20] de Satanás no Jardim do Éden é exatamente o mesmo aplicado por essa mulher.
  •          Ela trouxe, para o povo, algo novo com uma doutrina mais interessante, do tipo: “Não tem nada não!”“O importante é ser feliz!”“Não fiquem presos a jugo de homens!”“Deus não tá preocupado com isso!”.
  •          Essa “nova unção”, apresentada através de seu “renovado ensinamento” é hoje uma das estratégias mais aplicadas por obreiros que pregam a “liberdade” com um único objetivo: encher seus templos, buscar reconhecimento, conquistar fama e, principalmente, ganhar dinheiro.
  •          Mas a própria Igreja – quando permanece fiel, como alguns irmãos de Tiatira – sabe muito bem como pode ser denominado esse tipo de atitude: profundezas de Satanás!
  •          Jezabel pode ter aparecido como uma nova esperança para aqueles que estavam cansados das pregações do velho pastor – talvez “não estivesse acontecendo nada na igreja” -; mas foi aí que eles se enganaram, pois essa novidade cheia de promessas, de nova não tinha nada, pois era só a antiga artimanha do Diabo, aplicada desde o início da história da humanidade, e é muito mais velha do que o Evangelho.
  •          Nada devemos ter contra o dom de profecia, porque ele é absolutamente legítimo sendo biblicamente reconhecido como uma das formas pela qual Deus fala com o povo; mas, isso não significa que todas as profecias venham de Deus;
  •          Assim também como a aptidão[21] para o ensino: ensinar é uma das ordens que Jesus nos deu, mas isso não significa que todos os que ensinam estejam ensinando realmente a verdade.
  •          E aí é que estava o grande perigo para aquela igreja: Jezabel, além de profetisa, havia subido mais um degrau em seu ministério: agora ela também era uma mestra.
  •          Talvez ela tenha recebido o cargo de professora da Escola Dominical; pode ser ainda que ela tenha conquistado o direito de auxiliar ou substituir o pastor nos cultos de ensinamento.
  •          Ou, quem sabe, até mesmo ela estivesse dando estudos bíblicos de casa em casa ou planejando abrir outras igrejas – e isso não seria nada difícil para ela, pois o povo sempre gostou de apreciar novos talentos, e certamente não deixaria de colaborar com o ministério da “missionária Jezabel” –.
  •          Mas, independentemente da posição que ela tenha conquistado, a questão é: “Por que a coisa chegou a esse nível?”; a resposta é simples e dura: faltou pulso firme do pastor e sabedoria de seus auxiliares e membros!
  •          Se a fundação dessa igreja foi realmente feita ou, pelo menos, influenciada pelo apóstolo Paulo, ela já estava fora dos padrões de seus ensinamentos, pois ele não permitia que mulheres ensinassem na igreja [1ª Tm 2:11-13 – A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. 12Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. 13Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.].
O maldito espírito de Jezabel é o mesmo 
que leva muitos a caírem pelos desejos 
de prostituição, vícios, riquezas ilícitas, 
fama, poder e incontáveis outros 
“prazeres” proporcionados por Satanás. 
Ele representa um grande perigo, mas 
é muito fácil identificá-lo: as pessoas 
que o possuem sempre pregam e agem 
de forma contrária aos princípios 
bíblicos, usando a própria Bíblia

3. A obra de Jezabel

  •          As falsas profecias e ensinos de Jezabel induziram muitas pessoas ao pecado.
  •          Imagine quantas vidas foram destruídas e quantas almas foram para o inferno por terem dado ouvidos a ela.
  •          Todos os que cuidam do rebanho do Senhor devem zelar para que lobos não devorem suas ovelhas através do seu ingênuo consentimento usando o usando o púlpito da sua própria igreja, visando os lucros que ela possa lhe proporcionar.
  •          Várias práticas caricatas[22] e contaminadas têm surgido dia após dia: campanhas com nomes esquisitos; votos absurdos; pregações voltadas à autoajuda e não ao arrependimento e à transformação; e o egocentrismo[23], diminuindo a divindade de Jesus, subordinando-o a uma mera condição de servo abençoador.
  •          Temos realmente a obrigação de lutar contra as heresias[24] e a apostasia[25]; mas sabemos também que por mais que preguemos, ensinemos e lutemos pela verdade, os falsos obreiros continuarão enganando aqueles que caírem em suas armadilhas [1ª Tm 4:1 – Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;].
O inimigo só age quando damos 
liberdade; se a igreja de Tiatira não 
tivesse tolerado o pecado de Jezabel, 
ela seria muito mais forte e repleta 
de poder espiritual

Conclusão

  •          O Senhor é tão misericordioso que ainda concedeu à Jezabel uma oportunidade para o arrependimento, colocando-a numa cama. Quem disse que o amor de Deus, algumas vezes, não pode se manifestar de forma dolorosa?
  •          Sendo ela tão aproveitadora, será que conseguiu aproveitar essa tão maravilhosa oportunidade de se redimir? A Bíblia não relata o final dessa história, mas sabemos muito bem que nem todos se convertem pela dor.
  •          Um detalhe muito interessante é que os seus seguidores também sofreram as consequências por terem acreditado em suas falsas profecias e ensinamentos; isso significa que a ignorância não nos torna inocentes diante de Deus, pois nossa obrigação é buscar o conhecimento da Verdade.
  •          Não é por estarmos na época da graça que Jeová deixe de punir rigorosamente como nos tempos da lei; pois Ele não mudou. O maior exemplo disso é que da mesma forma que Ele, no Antigo Testamento, castigou Acã[26] por sua desobediência, também, já no Novo Testamento, destruiu  Ananias e Safira[27] por sua mentira.
  •          Cuidado! Pois Deus é misericordioso, mas não é tolerante! Amar ao pecador não significa consentir com o pecado! E se não houver arrependimento, na hora do julgamento não haverá indulto[28]!
  •          A Palavra de Deus nos ensina a não tolerar o pecado, e sim repreendê-lo; mas nos orienta a fazer isso com cuidado e amor, e não asperamente como alguns que se dizem obreiros, mas que são verdadeiros carrascos [1ª Tm 5:1,2 – Não repreendas asperamente os anciãos, mas admoesta-os[29] como a pais; aos moços como a irmãos;  2As mulheres idosas, como a mães, às moças, como a irmãs, em toda a pureza.].
Jonas Martins Olímpio

As diferentes tonalidades de azul 
do corante índigo movimentavam o 
comércio e deram grande prosperidade 
financeira à cidade de Tiatira; da 
mesma forma, a Igreja com seus 
diferentes dons e habilidades deve 
cumprir sua missão de prosperar 
espiritualmente a todos que a ela 
recorrem

[1]Belial: Pessoa má, sem valor (Jz 19:22; 1ª Sm 30:22). Diabo (2ª Co 6:15).

[2]Tiatira: Era o nome antigo da moderna cidade turca de Akhisar (Castelo Branco). Era um importante centro comercial na Ásia Menor e foi fundada para ser um posto militar. Foi destruída por um grande terremoto durante o reino de César Augusto, mas foi reconstruída com a ajuda do Império Romano. A cidade em si dava a impressão de “fraca tornada forte”. Foi construída por Seleuco um dos generais de Alexandre, em 280a.C. Foi construída para ser uma cidade-sede de guarnição militar. Era famosa pelo seu comércio e por sua produção de têxteis, incluindo o índigo. Segundo o livro de Atos dos Apóstolos, uma das comerciantes de roupas da cidade era uma mulher chamada Lídia, que conduzia negócios em lugares distantes como Filipos (At 16:14). Na Antiguidade, a cidade era conhecida pelas suas muitas guildas comerciais. E, para poder trabalhar no comércio era necessário que o cidadão pertencesse a alguma guilda, sendo muito comum que os membros dessas associações participassem de festas dedicadas às divindades pagãs que terminavam geralmente em orgias sexuais. No livro do Apocalipse, Tiatira é citada como uma das sete igrejas para as quais João escreve com advertências.
[3]Latão reluzente: Essa expressão que aparece em Apocalipse 2:18 se refere à justiça de Deus.
[4]Jezabel: Filha do rei dos Sidónios Etbaal; seu casamento com Acabe foi o resultado de uma aliança que tinha como objectivo fortalecer as relações entre Israel e a Fenícia. A sua história é conhecida através do Primeiro Livro de Reis do Antigo Testamento. Continuou a adorar os deuses fenícios, mas não se limitou a isso, pois combateu o Deus de Israel. Recorreu ao dinheiro do tesouro público para sustentar os 450 profetas (ou sacerdotes) do deus Baal e os 400 profetas da deusa Achera (deusa fenícia da fertilidade). Elias derrotou todos os profetas de Baal, que morreram. Quando Jezabel soube disto ficou furiosa, pretendendo mandar matar Elias, que teve fugir para Judá.Um comandante chamado Jeú liderou uma revolta contra a família real, na qual matou o filho de Jezabel, Jorão. Quando Jezabel soube da revolta pintou os olhos e adornou a cabeça, desafiando Jeú da janela do palácio. Este ordenou aos eunucos da rainha que a atirassem da janela (defenestração): Jezabel morreu, tendo o seu sangue atingido as paredes e os cavalos. Uns cães que por ali passavam devoraram o corpo da rainha. Por causa desta rainha o nome “Jezabel” encontra-se associado como exemplo ou figura de prostituição e idolatria, assim como é citada em Apocalipse 2:20.
[5]Profetisa: Feminino de profeta. Profetisa (do grego: πρoφήτης, prophétes) pode significar a pessoa que é capaz de predizer acontecimentos futuros (veja Divinação); ou ainda uma pessoa que fala por inspiração divina ou em nome de Deus.
[6]Acabe: Acabe ou Acab, filho de Onri, foi o sétimo Rei de Israel Setentrional. Casou-se com Jezabel, filha do Rei de Sídon Etbaal, príncipe Fenício. Durante seu reinado, prósperou o culto de Baal sob o patrocínio de Jezabel. Procurou estabelecer alianças com Ben-Hadade II, Rei da Síria de Damasco, e com Josafá, Rei de Judá. Foi gravemente ferido na Batalha de Ramote Gileade contra Ben-Hadade II. Morreu durante o combate, depois de ter reinado durante 22 anos. Seu filho Acazias, sucede-lhe no trono como rei. Sua história é contada na Bíblia em livros I e II dos Reis.
[7]Índigo: Corante azul, que tem sido utilizado há milhares de anos em várias civilizações, influenciando seus aspectos socioculturais. De todos os corantes naturais, além de ser um dos mais antigos, é também o mais importante.A palavra Índigo é derivada do grego “Indikon” ou do latim “Indicum” e significa “substância da Índia”, em referência direta à região de onde o pigmento era proveniente no período do Império Greco-Romano.Esse corante é produzido a partir de plantas das quais se extrai o pigmento em tom azul, sendo a principal delas a Indigofera, encontrada nos trópicos e subtrópicos. A partir do século XIX, foi criado o corante sintético produzido através de substâncias químicas. O azul representava o alto escalão da sociedade chinesa, vestindo seus príncipes e a nobreza. Depois da Revolução Industrial, o índigo se popularizou pela fabricação do jeans que atualmente atinge as mais variadas culturas, faixas etárias e classes sociais.
[8]Guilda: As guildas, corporações artesanais ou corporações de ofício, eram associações de artesãos de um mesmo ramo, isto é, pessoas que desenvolviam a mesma atividade profissional que procuravam garantir os interesses de classe . Ocorreram na Europa, durante a Idade Média e mesmo após. Cada cidade tinha sua própria corporação de ofício. Essas corporações tinham como finalidade proteger seus integrantes. Eram uma espécie de sindicato.
[9]Lídia: Morava em Filipos, a principal cidade da Macedônia, mas seria originária de Tiatira ou pelo menos teria morado lá anteriormente. Tiatira era uma cidade que ficava na região chamada Lídia, na parte ocidental da Ásia Menor. Por esta razão, alguns creem que Lídia não seria o nome desta mulher mas simplesmente uma alcunha ou apelido que os filipenses lhe teriam atribuído. Ou seja, esta mulher seria chamada “a lídia”, assim como a mulher com quem Jesus Cristo falou em Sicar podia ser chamada de “a mulher samaritana”, por viver em Samaria. Depois de ser batizada, junto com os da sua casa, ela mostrou a sua hospitalidade ao suplicar a Paulo e aos seus companheiros que ficassem no seu lar. (At 16:11-15).
[10]Púrpura: O termo púrpura (ou roxo) atribui-se a um leque de tons entre o vermelho e o azul. Obtém-se misturando as cores primárias; vermelho e azul. Não há consenso em relação aos tons que podem ser considerados púrpura, preferindo algumas pessoas referirem-se a magenta ou heliotropo.
[11]Filipos: Foi uma cidade importante do Império Romano, considerada uma porta de entrada da Europa em relação aos visitantes provenientes da Ásia. Localizada no Leste da antiga província da Macedônia, a 13 quilômetros do mar Egeu, no topo de uma colina. Abaixo dela estavam o rio Gangites e a estrada militar Ignatia, que ligava a Europa e a Ásia. O apóstolo Paulo visita Filipos pela primeira vez, por ocasião de sua Segunda viagem missionária, como descrito em Atos 16. A visão que Paulo teve em Troas, era Deus convocando o apóstolo a passar ao continente europeu, dando-se ali, em Filipos, as primeiras conversões na Europa e, por isso, Filipos tem sido chamada o “berço do cristianismo europeu”.
[12]Bronze: Liga de cobre, estanho e zinco, em que entram, às vezes, outros metais.
[13]Implacável: Que não se pode aplacar, que é inexorável. Cuja violência não se abranda. Que não perdoa.
[14]Impenitente: Que é obstinado, endurecido no pecado. Que não se arrepende.
[15]Juízo de Deus: Julgamento de Deus.
[16]Preconceituoso: Aquele que tem preconceito (Conceito ou opinião formados antes de ter os conhecimentos adequados. Opinião ou sentimento desfavorável, concebido antecipadamente ou independente de experiência ou razão. Superstição que obriga a certos atos ou impede que eles se pratiquem. Atitude emocionalmente condicionada, baseada em crença, opinião ou generalização, determinando simpatia ou antipatia para com indivíduos ou grupos.).
[17]Negligente: Que tem negligência. Desatento, descuidado, desleixado. Lânguido, preguiçoso.
[18]Casta: Feminino do adjetivo casto: aquele que se abstém de atos contrários à modéstia, ao pudor ou à pureza. Que se abstém de quaisquer relações sexuais. Puro. Estreme, não misturado, sem mescla.
[19]Seita: Grupo religioso que se separa de um corpo maior. Grupo de pessoas que seguem determinados princípios ou doutrinas contrárias aos geralmente aceitos no respectivo meio.
[20]Modus operandi: É uma expressão em latim que significa “modo de operação”. Utilizada para designar uma maneira de agir, operar ou executar uma atividade seguindo sempre os mesmos procedimentos.
[21]Aptidão: Capacidade, disposição, habilidade, talento.
[22]Caricato: Semelhante a caricatura. Burlesco, ridículo.
[23]Egocentrismo: Estado da pessoa especialmente interessada em si mesma e em tudo quanto lhe diga respeito; normal nas crianças de menos de sete anos.
[24]Heresia: Doutrina que se opõe aos dogmas da Igreja. Absurdo, contrassenso, disparate. Ato ou palavra ofensiva à religião. Ato geralmente cometido de forma inconsciente.
[25]Apostasia: Abandono público de uma religião, de uma doutrina ou opinião. Ato cometido de forma consciente.
[26]Acã: Foi um dos soldados da tribo de Judá. Havia desrespeitado a palavra de Deus durante a batalha de Jericó (Js 6:18,19). Em vez de destruir as coisas proibidas e entregar os metais preciosos para o tesouro de Deus, ele levou algumas coisas para a tenda dele. Escondeu uma capa babilônica, um pouco mais de 2 kg de prata e cerca de 500 gramas de ouro. A consequência foi muito grave: além dos 36 homens mortos na batalha, ele e toda a sua família com todas suas posses foram destruídas.
[27]Ananias e Safira: Os primeiros cristãos não consideravam suas posses como sendo suas, mas eles tinham tudo em comum para usar o que tinham em benefício daqueles que precisavam. Barnabé, um levita de Chipre, vendeu um terreno e doou o lucro para os apóstolos. Então, Ananias e Safira também venderam suas terras, mas retiveram uma parte das vendas, tendo decidido que não iriam dar tudo para à congregação. Ananias apresentou a sua doação para Pedro dizendo que era o valor total. Pedro respondeu: “Por que é que Satanás encheu seu coração a ponto de você mentir ao Espírito Santo?”. Pedro salientou que Ananias estava no controle do dinheiro e poderia dar ou usá-lo como bem entendesse, mas que ele tinha retido de Pedro e mentiu sobre isso, e afirmou que Ananias não só mentiu para Pedro, mas também para Deus. Ananias morreu no mesmo instante, e como resultado, todos os que ouviram o conto ficaram com medo. Três horas mais tarde, sua esposa disse a mesma mentira e sofreu o mesmo destino.
[28]Indulto: Redução ou comutação de pena. Concessão de graça. Perdão, remissão.
[29]Admoestar: Advertir amigável ou benevolamente; fazer ver. Censurar ou repreender suavemente, aconselhando a não repetir a falta. Recomendar.
Estudo Bíblico Baseado na Escola Bíblica Dominical da CPAD | 2º Trimestre de 2012 – Lição 6 | AD Belém – Setor 20 (Arujá/SP) – Congr. Pq. Rodrigo Barreto I | Jonas M. Olímpio

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s