Devemos colocar a vontade do Senhor acima da nossa

Andar sob a vontade do Senhor 
não é lhe dizer o que quer dEle, 
mas sim dizer-lhe: “O que 
Senhor quer de mim?”

    Mt 6:10 – Venha o teu Reino. Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu. Colocar a vontade de Deus acima da nossa é um fator determinante para que nossas orações sejam atendidas. Mas antes de entrarmos nessa questão, precisamos entender uma coisa muito importante: o que significa a expressão “venha o teu reino”? Analisando cuidadosamente o texto podemos concluir o seguinte: essa é uma referência espiritual ao Reino de Deus, o qual foi anunciado na aliança com Abraão (Mt 8:11; Lc 13:28), está presente no reinado de Cristo dentro do coração de cada crente (Lc 17:21) e será completamente estabelecido quando Jesus vier buscar a sua Igreja (Ap 21:1,2[1]). Isso significa que quando dizemos “venha o teu reino” estamos clamando a Deus pela nossa vida espiritual, ou seja: estamos pedindo mais unção[2]sobre a nossa vida: dons, poder, autoridade, capacitação, condições e coragem para fazer a sua obra, e intercedendo tanto pela nossa salvação como pela salvação de outras pessoas.

Mesmo com esse mundo
vivendo sob forte influência
do poder maligno, Deus
continua no controle de
tudo e sabe o que é melhor
para nós


    Agora, sejamos sinceros: pedir que venha a nós o seu Reino é fácil, o difícil é pedir que seja feita a sua vontade, não é mesmo? O maior segredo para sermos atendidos por Deus é que estejamos vivendo dentro de sua vontade, que os nossos planos estejam dentro de seus propósitos e que os desejos de nosso coração sejam os mesmos do coração de Deus. Por isso, antes de orar pedindo algo, devemos orar fazendo uma auto-análise de nossa vida (2ª Co 13:5), perguntar ao Senhor o que Ele quer de nós (Sl 31:1-3) e lhe pedir que somente tenhamos em nosso coração desejos que estejam de acordo com a sua vontade (Is 55:8,9). Sob um ponto de vista natural, muitas vezes o homem não consegue entender a maneira de Deus trabalhar e começa até mesmo a duvidar de sua bondade quando ora persistentemente e não consegue conquistar seus objetivos. Mas é preciso aprender a confiar nEle em qualquer situação, mesmo que as coisas pareçam estar fora de controle porque Ele sabe o que é melhor para o ser humano. Para entender isso melhor, vamos imaginar a seguinte situação: imagine que seu filho queira, num dia de extremo calor, entrar numa lagoa. Porém, ele não sabe nadar e essa lagoa oferece vários outros perigos: caso não morra afogado, ele ainda corre o risco de ser picado por um bicho venenoso, se contaminar com aquela água poluída, bater numa pedra ou enfiar o pé num buraco e se machucar, pegar um resfriado, contrair alguma doença de pele, enfim, uma série de coisas ruins poderão lhe acontecer e, pelo amor e pela responsabilidade que você tem sobre ele, tenho certeza que você não permitirá isso por mais que ele peça, chore, grite e esperneie e pense que você é ruim por não lhe conceder aquilo que, aos seus inocentes olhos, parece ser bom. Pois assim também age Deus! Por essa razão, não cabe a nós questionar o porquê disso ou daquilo e sim pedir-lhe orientação para não tomarmos atitudes erradas.

Deus não é Deus de confusão.
Todos aqueles que se deixarem
guiar pela sua vontade jamais
errarão o caminho

    Devemos pedir que seja feita a vontade de Deus tanto nas coisas materiais quanto nas espirituais. Em ambas as áreas de nossa vida Ele nos dá livre-arbítrio[3], mas livre arbítrio significa liberdade e não direito de fazer o que queremos (1ª Co 6:12[4]; 10:23). E essa liberdade não é fazer o que dá vontade, mas sim sentir-se livre das garras do inimigo para cumprir os mandamentos divinos sendo guiados pelo seu Espírito (2ª Co 3:17). Há muitas pessoas acreditando que Deus só está preocupado com nossa vida espiritual e dizem que Ele só quer o coração, e não importa como agimos ou o que fazemos com nosso corpo. Isso é um grande engano, porque de nossas ações dependem a nossa salvação e a nossa condenação (Dt 30:19) e Ele nos quer por inteiro (1ª Co 6:15-20; 2ª Co 4:10,11)! Espiritualmente falando, muitos líderes religiosos da atualidade, ingenuamente ou não, distorcem o significado de o que é autoridade, a qual nos foi concedida por Jesus (Lc 10:19), e oram como se eles fossem os donos da situação: “Eu determino!”, “Eu ordeno!”, Eu exijo!”, ”Eu estou mandando que saia!”, “Eu te liberto!”,quando simplesmente deveriam agir como nos ensinam as Escrituras Sagradas (Jd 1:4,8-10). Isso não é autoridade, isso é arrogância! Em algum lugar da Bíblia existem sacerdotes, profetas, discípulos ou apóstolos orando dessa maneira? Até Jesus orou pedindo que o Pai fizesse a sua vontade, e Ele não disse isso num momento em que estava tudo bem, Ele disse isso no momento de maior sofrimento de sua vida terrena, pois sabia que estava prestes a ser crucificado (Mt 26:39; Lc 22:42). Tanto material quanto espiritualmente devemos agir e orar da mesma maneira: a vontade do Senhor deve estar sempre acima da nossa porque não sabemos o que vai acontecer no dia de amanhã (Tg 4:13-16).




[1]Adereçado: Ataviado, enfeitado, adornado, ornado.
[2]Unção: Ato de ungir; A unção era feita pelos sacerdotes passando azeite sobre a cabeça de pessoas separadas para o serviço sagrado ou para um reinado. Também usada no Novo Testamento, e também nos dias atuais, por obreiros durante a oração por enfermos. Em nossa linguagem evangélica popular representa a capacidade espiritual de uma pessoa no uso de seus dons. Dizer que uma pessoa tem unção é o mesmo que dizer que ela é ungida por Deus, ou seja: que foi especialmente separada e capacitada por Ele para o desempenho de algo.
[3]Livre-arbítrio: Livre vontade. Liberdade do indivíduo para decidir por si próprio de que forma deve agir.
[4]Lícito: O que é permitido pela lei. Legal.

Jonas Martins Olímpio

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s