Entre na moda! Seja evangélico!

O que significa realmente ser crente? 
Você já parou para pensar nisso?

    Alguma vez alguém que já te conhece a um certo tempo se espantou quando descobriu que você é crente e perguntou assustado e com tom de ironia? “Você é evangélico?!?” … Se isso já aconteceu contigo, cuidado! Algumas coisas precisam mudar em seu comportamento!

Muitos apenas
“servem a Deus”
visando seus
interesses pessoais
e não o
crescimento do
Evangelho 

    “Não vos deixeis levar em redor por doutrinas várias e estranhas, porque bom é que o coração se fortifique com graça, e não com alimentos que de nada aproveitaram aos que a eles se entregaram.” Isso é o que diz em Hebreus 13:9. Você já percebeu como está fácil ser crente
ultimamente? É só ir à igreja quando for possível, ou quando quiser; colocar um adesivo no carro com frases sobre Jesus; ouvir um louvor famoso entre as músicas mundanas; assistir a um DVD de pregação depois da novela –isso se não tiver futebol, logicamente-; evitar usar roupas compridas, afinal, o que é bonito é pra ser mostrado, não é mesmo? Além disso, não precisa todo mundo saber que você é crente, pois Deus só quer o teu coração; e por que não tomar umas de vez em quando? Afinal de contas, até Jesus era chegado num vinho! E, agora, o principal: não esquecer de contribuir fielmente com os carnês e com os envelopes de dízimos, é claro, porque Deus não se agrada nem um pouquinho de quem não tem fé para fazer sacrifícios!

O que a maioria dos cristãos
está realmente buscando na
Palavra de Deus?

    Parece piada, né? Mas essa é a mais fiel imagem dos “evangélicos” atualmente. Se, por um lado, ficamos felizes com o constante e cada vez mais alto crescimento das igrejas pentecostais em nosso país, por outro lado também estamos extremamente preocupados e envergonhados com a qualidade do Evangelho que está sendo “vendido” por aí; e muitos o estão comprando e pagando, literalmente, um preço muito alto por isso.

Zelar pela manutenção da sã
doutrina não é estar preso às
tradições do conservadorismo,
mas sim cumprir a vontade de
Deus

    Não pense que eu sou um crítico conservador que vive preso às tradições litúrgicas e ministeriais criadas pelos pastores antigos que supervalorizavam os usos e costumes; pois é muito pelo contrário: Zelo pela sã doutrina sim, sendo extremamente modernista e apoiando qualquer tipo de inovação que seja para o crescimento da obra de Deus… Porém, a minha crítica a “nova onda pentecostal” é devido à banalização do significado do termo “servir à Deus”; pois até parece que agora é Deus que está servindo a nós.

O número de evangélicos tem
crescido satisfatoriamente,
porém a qualidade de muitas
igrejas que tem surgido é
bastante questionável

    Com a crescente adesão de pessoas famosas às diversas igrejas evangélicas existentes no país, o Evangelho está cada vez mais popular entre os brasileiros. Mas será que isso é positivo ou negativo? Para chegarmos a uma conclusão justa e imparcial, vamos analisar os dois lados da moeda:

A popularidade dos
evangélicos no Brasil tem
contribuído para que muitas
portas poderosas dos meios
de comunicação tenham se
aberto para a evangelização
em massa

    O lado bom é o seguinte: Artistas, atletas, políticos e pessoas conhecidas de uma forma geral, com a sua fama, por serem figuras queridas e amadas pelo povo, devido aos seus testemunhos de vitória através da conversão, acabam por influenciar boa parte da população a procurar refúgio em Deus nos seus momentos de aflição. E isso, conseqüentemente, resulta no crescimento das igrejas evangélicas, as quais têm ganhado mais força e espaço para divulgar a Palavra Sagrada. Hoje é muito difícil se deparar com alguém que não conheça ou nunca tenha ouvido falar de Jesus.

Até que ponto os
famosos evangélicos
têm realmente contribuído para o
desenvolvimento da
obra de Deus?

    Agora, analisemos o lado negativo: A popularidade do Evangelho tem feito com que ele seja visto como algo banal que possa ser comparado até mesmo a uma espécie de cultura ou um estilo de vida. Muitos se orgulham e não se envergonham mais em dizer que são evangélicos, mas não vivem a Palavra em sua verdadeira essência. Pois estão habituados aos seus costumes pecaminosos e não acham necessário abandoná-los, despresando assim tudo aquilo o que a Bíblia ensina (2ª Co 5:17-19). Mas a que se deve essa abominável e repugnante desvalorização do genuíno cristianismo (1ª Tm 4:2,3)? A resposta é simples: Isso tudo se deve simplesmente à negligência (Jr 48:10a) e à ambição (Ez 34:7,8) de seus líderes religiosos. Muitos desses tais “obreiros” em sua insanidade espiritual (Rm 1:21,22) têm agido em seu próprio benefício sem se preocuparem em ensinar o Caminho da salvação (Mt 23:13), trazendo assim, terríveis escândalos à Casa do Senhor (Mt 18:7). Porém, aqueles que não se arrependerem, convertendo-se verdadeiramente (At 18:24), pagarão muito caro por seus atos (Mt 26:24).

Temos nos preocupado muito
com as questões políticas de
nosso país que podem trazer
restrições à liberdade
religiosa e também aos
nossos interesses pessoais.
Mas temos nos esquecido do
sofrimento de nossos irmãos
cristãos que são perseguidos,
maltratados e mortos em
vários países do mundo

    Muitos crentes brasileiros só estão preocupados com o seu próprio bem-estar enquanto muitos irmãos pelo mundo, e até no Brasil mesmo, passam grandes dificuldades simplesmente por procurarem viver o verdadeiro Evangelho como a Bíblia ensina (Sl 15:1-5). Muitos se julgam evangélicos, porém não conseguiram ainda a libertação de seus atos pecaminosos e vivem da mesma forma que antes, sem que se possa notar neles nenhuma diferença em relação aos ímpios (Sl 1:1). O que realmente é ser evangélico? Ser evangélico é viver e pregar sempre a Verdade (Tg 1:27)!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s